Notícias

Operadoras querem eliminar apps sem consumo de dados

Operadoras repensam a oferta de apps sem consumo de dados e pretendem acabar com o consumo grátis: mudanças à vista!

A liberdade de usar WhatsApp, YouTube e outros aplicativos sem gastar sua franquia de dados móveis pode estar com os dias contados. Segundo o Estadão, operadoras como Claro, Vivo e TIM estão planejando rever a disponibilidade desse benefício.

Conhecida como “zero rating“, essa estratégia atraiu muitos clientes nos últimos anos, permitindo o acesso a redes sociais, mensageiros e plataformas de áudio e vídeo sem impactar o plano de dados contratado. No entanto, essa ação tem se tornado um desafio para as operadoras.

Com o crescimento do consumo de dados no 4G e a expansão do 5G no país, as empresas estão buscando formas de otimizar seus ganhos e investir na capacidade das redes. Além disso, a discussão sobre o pagamento pelo uso dessas redes pelas grandes empresas de tecnologia também pode estar influenciando essa mudança de planos.

Iniciativa foi um equívoco

Em um evento recente, o presidente do grupo Claro Brasil, José Felix, afirmou que o zero rating foi um “equívoco“. No entanto, ele ressalta que ainda há tempo para rever a estratégia da companhia, que oferece o uso ilimitado de aplicativos como WhatsApp, Instagram, Waze, Facebook e TikTok em alguns planos.

Você pode gostar: TOP 5! Melhor Celular Custo beneficio: Desempenho e Qualidade sem Gastar Muito

A Vivo, que atualmente disponibiliza o WhatsApp sem descontar da franquia em planos pré e pós-pagos, assim como o Waze em algumas opções, está analisando o corte dessa oferta. O vice-presidente de negócios da empresa, Alex Salgado, destaca a necessidade de remunerar os investimentos feitos na rede.

A TIM, que oferece principalmente WhatsApp e Deezer sem consumo de dados em planos pré-pagos, e também inclui o Instagram e outros serviços em opções pós-pagas, segue o mesmo raciocínio. A operadora está buscando aumentar sua receita para garantir investimentos nas redes móveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sair da versão mobile